#17 letter to someone from your childhood


É impossível escolher um de vocês. É impossível fazer escolhas no que toca ás pessoas que estiveram comigo todo este tempo. 13, 14 anos. Sim, foi o tempo que passei convosco. Dia após dia, do nascer do sol até este ir dormir. Foi assim, fizemo-nos uns aos outros, no meio de gritarias e de tanta inocência, formamo-nos. Construímos dias juntos, inventamos jogos, regras novas, fizemos uma série de coisas que não cabem na imaginação de ninguém. Vivemos cada segundo o máximo que conseguíamos, discutimos e dissemos coisas feias, berramos uns com os outros o mais alto que fomos capazes, calcamo-nos uns aos outros, mas mesmo assim, estamos aqui, juntos. Depois de tanto tempo e de tanta coisa feia, continuamos juntos e com as mesmas coisas de sempre.
Tenho em mim um pouco de cada um de vocês, um pouco de todos estes anos. Tenho em mim todas as recordações que construímos juntos. Tenho em mim cada dia, e não consigo escolher um de vocês a quem dirigir esta carta, porque foram todos, sem excepções, que fizeram a minha infância. Foram vocês que me deram cada uma das recordações que guardo dos meus velhos tempos. E sabem que mais, fiquem por aqui, que somos bem felizes assim.

8 comentários:

Catarina disse...

Obrigada (: gostei muito*

PauloSilva disse...

eu acho que já tenho título - tótó!

PauloSilva disse...

ainda bem que gostaste, linda <3

PauloSilva disse...

ai sim?

AnaM. disse...

era para ti sim fofinha, não conseguia entrar :c

PauloSilva disse...

não x)

Mafalda disse...

Gostei do blog, sigo:)

Anónimo disse...

"I'll be there for you,
These five words I swear to you" <3