Queria muito perdoar-te como fiz das outras vezes, como tu me tens perdoado a mim ao longo de todo este tempo. Mas desta vez, desta vez é diferente. Não sei se sou capaz de fechar os olhos, não sei se consigo voltar a fazer de conta que tu não tens culpa. Não achas que já és crescida o suficiente para saber guardar segredos?! Agora duvido tanto disso. Agora levas-me a pôr em duvida todos os anos que passamos, todos os que ultrapassamos. Levas-me a crer que não passas de uma (?), olha nem sei, essa mesma que eu ando a adiar há tanto tempo. Essa mesma que me leva a fechar os olhos umas quantas vezes, essa ainda que me leva a não acreditar no que vejo. Lamento não ter dado ouvidos aos outros e lamento ainda ter sido burra o suficiente para perdoar tanto, para fechar tantas vezes os olhos. Mas agora cansei-me de ser tão tua amiga. Porque na amizade não é só um dos lados que tem que cumprir as promessas.

19 comentários:

joanaf disse...

de nada *
que querida, obg :)

SofiaSilva. disse...

desta vez é diferente.

PauloSilva disse...

há que ter sempre esforço mútuo.

PauloSilva disse...

pois é

daniela duarte disse...

às vezes perdoa-mos em demasia :\

SofiaSilva. disse...

não consigo mais.

daniela duarte disse...

pois, eu percebo-te. força*

SofiaSilva. disse...

agora parece que são as palavras que mais dizem sobre mim.

Stéfanie* disse...

sabes que muitas vezes temos mesmo que pôr um ponto final no que não dá , e seguir , seguir sem medo porque o que virá será melhor , já tive que fazer isso e são opçoes que sao para o nosso melhor .

daniela duarte disse...

de nada*

PauloSilva disse...

se sou um anjo porque tenho esta vida?

ruben alves disse...

gosto.

PauloSilva disse...

assim parece :x

inês disse...

somos ineses, somos gémeos, somos grandes mulheres, mulheres com muita garra e força...devemo-nos orgulhar disso :))

ruben alves disse...

mas acaba sempre num sofrimento.

inês disse...

então? :(((

inês disse...

mas não pode ser! essa moral tem de andar cá em cima, para ninguém fazer troça, para te sentires igual aos outros, e ao mesmo tempo única :)

SofiaSilva. disse...

tens sempre uma palavra amiga para me dar.

Mafalda disse...

O texto está tão lindo!:O senti-o