Desejo-te o melhor do mundo, e gostaria que te visses como eu te vejo. Olha-te. Vê-te por dentro. És grande e és completo e quem não vê isso é tão cego. Escuta o que eu te digo, há poucos como tu, tão poucos que ás vezes até te acho irreal. Não desistas de mim, nem desistas de brilhar. 

5 comentários:

APF disse...

então pronto, se achas que fizeste a escolha certa em perdoar, assim é que é. Eu também já perdoei muito gente que me magoou, nunca esqueci é verdade, porque nunca se esquece, mas perdoar também é um acto de como nós sabemos o que é a maturidade. Por isso :)

APF disse...

q texto tão doce!

APF disse...

é verdade sim, até porque na amizade tambem existem discussões, por isso não é nada de anormal. oh obrigado, e eu gosto de te ouvir, e gosto de te poder sempre dar umas palavrinhas minhas :)

Patrícia Rodrigues Amado disse...

lindo!

ana disse...

lindo :$
quero-te forte menina.