Nunca gostei do teu silêncio, nunca me agradou saber que estavas a idealizar qualquer coisa sem mim.. Mas agora, e hoje, sabe-me bem ver-te calado e espero, por favor, que continues assim.