Sabes, hoje pela primeira vez, tornei audível o que sinto por ti, disse-o em voz alta. Não custou, não meu amor, nem um pouco, sim, por isso mesmo, por seres o meu amor pequenino.. É o que sinto, agora, mesmo contigo tão longe. Não me vou desculpar com circunstâncias da vida, não, nem pensar; se algo aconteceu e não te contei, não te culpo por não saberes, há coisas que guardo para mim, só para facilitar o que temos. És o meu anjo da guarda, lembras-te? Disse-te que era por ti que me aguentava, oh, é verdade, é tão verdade, mas as razões, oh, estão a fugir príncipe, estão a fugir pelo meio dos meus dedos, como tu.. Como é possível? Diz-me. Eu amo-te, é verdade, é tão verdade. Deixei o passado por ti, o que nos aconteceu .. eu esqueci isso, por ti, por mim, pelo nosso bem, sabes? Estou aqui, sim, estou furiosa contigo, mas não deixou de ser amor, oh não, nem pensar, amo-te ainda mais, quero-te na minha vida mais do que nunca.. Será disparate eu estar assim? Oh, diz-me que não, diz-me que não, por favor.. outra vez não, só isso. 

2 comentários:

Emilie S. disse...

bom...
eu acho que admitir que se está apaixonada é o primeiro passo para resolver toda essa questão que envolve gostar de outra pessoa. 1. não se desesperar .2. procurar saber se ele sente o mesmo. 3. se ele sentir, tudo bem. senão, não desmoronar por conta disso.

Henrique do Carmo disse...

Preciso de ajuda, ao mudar o nome do meu blog, todos os gostos, normal e passei pelo mesmo foram apagados, peço-te agora que metas o que achaste em cada um dos 6 textos, Obrigado mesmo, depois comenta a dizer que fizeste para eu retribuir (: Obrigado de novo (: