Gosto de ti. Pois é, gosto muito de ti. No entanto, nada irá ser como antigamente: não vou correr atrás de ti, não, não vou feita louca pedir-te desculpa por algo que não fiz. Respeitas-me e pronto. Não gostas, «a porta é a serventia da casa». Já não sou de rodeios, nem de passos em falso. O que é, é o que é. Tudo muito preto no branco. Eu gosto de ti, muito, mas não vou dar parte fraca.

17 comentários:

marisa machado disse...

obrigada por seguires (:
1 beijinho

StééF'ernandes disse...

Força querida*
Gostei, nunca, podemos dar a parte fraca :)

marisa machado disse...

oh, então é melhor resolveres isso de vez que para magoados e sofredores já basto eu. Presumo que este texto seja para ele então, ahah
mas obrigada na mesma, são estas tecnologias...

Mafalda disse...

lindo:O força*

- SOFIA disse...

e cada vez mais, aqueles que eu achava verdadeiros estão a mostrar-me que não valem um cu. é que é mesmo assim! mas claro, há sempre alguns que se destacam pela positiva.

PauloSilva disse...

estou?

é tão bom gostar de alguém e quando assim o é não estás a dar parte fraca, estás a lutar *

Neuza disse...

obrigada querida ;) adorei o texto.

marisa machado disse...

coitado já é tão massacrado! ahah

PauloSilva disse...

Só damos o mundo se aquele coração for uma real galáxia não é verdade?

PauloSilva disse...

apenas sei que não te podes impedir a ti mesma de seres feliz!

sarah. disse...

Gostei imenso do blog :)
Vou seguir*
Beijinhso doces!

marisa machado disse...

normal, ahah
nós não lemos na aula, fazemos a análise, comentários, etc
para percebermos temos de ler em casa

PauloSilva disse...

se pelas questões de tempo me queixasse... jesus! é natural, o tempo é escasso amor :x

sarah. disse...

Muito obrigada querida Inês pelo comentário, também gostei muito deste texto :)
Pois, eu vi que também te chamas Inês Ferreira, mas ao contrário dela, o teu blog está original o dela está plageado ;)

marisa machado disse...

ahah, deixa lá ...

PauloSilva disse...

quando se ama de verdade, isso já não conta; já não interessa *

disse...

Queria poder fazer como você, sem correr atrás, sem pedir desculpas por algo que não fiz, como queria mais não não consigo :\