Não é fácil prever. Não é fácil saber ao certo quando ele volta. Não é fácil aguentar esta espera estúpida. Não é fácil, mas aguenta-se. E espera-se, mesmo que milhões de vezes se diga o contrário.. Quando se gosta, fica-se, aguarda-se, sofre-se baixinho, chora-se sem lágrimas, mas continua-se aqui, na esperança que ele apareça, na esperança que ele dê a mais pequenina noticia. Não é fácil, mas espera-se. Ás vezes, muito raramente, lá se faz o esforço, porque quando se gosta, gosta-se simplesmente e nada pode ir contra isso. Nada.

4 comentários:

Anne. disse...

Aww nao faz mal :).

Este texto é bem verdade... As vezes ate se espera demais!

carina disse...

Nem mais!

APF disse...

vais ver que com o tempo vais sabendo gerir isso.

APF disse...

como eu percebo o que tu escreves!